domingo, 23 de março de 2008

TEXTO DA LALITA

QUERIDOS AMIGUINHOS

Não é que mais um feriadinho capitalista está finalmente chegando?!
E esse ano eu tenho um pedido simples a fazer: será que, só pra variar, vocês não poderiam apenas decorar alguns ovos de galinha ao invés de gastar dinheiro feito malucos recém-fugidos do manicômio com montanhas de chocolates embrulhados com personagens de desenhos animados que custam os olhos da cara?!
Acho que não estou pedindo muito, estoooou?!
Pois então parem de empanturrar suas barriguinhas com essas porcarias e tentem aprender o verdadeiro significado de certas festas!!

Com amor,

Coelhinho da Páscoa.

(Palavras dele, hein!?)

Lalita


Acessem o blog da Lalita:

http://www.auto-lobotomia.blogspot.com/

segunda-feira, 10 de março de 2008

PRINCÍPIO DA INCERTEZA



PRINCÍPIO DA INCERTEZA

As pedras rolam!

O fogo queima!

As plantas curam!

Os animais devoram e são devorados!

E nós humanos,

Apreciamos o cenário que se abre ao nosso redor...

Como insensatos seres

Rolamos em direção ao abismo

Não buscamos na irmandade das coisas

A cura do nosso mal.

Estamos convictos que somos os melhores do planeta

Quem sabe até do universo...

Mas como não temos certeza de nada

Vestimos essa fantasia

Durante todo o baile...

Depois que o som acaba e as luzes se apagam

Continuamos vestidos

Acreditando que ainda podemos.

Elizabeth





video


sábado, 1 de março de 2008

PARA OS AMIGOS MASCARADOS E INIMIGOS DECLARADOS...



Eu Sou o que Sou e nada mais do que isso...e nada menos também!!!
E os que me amam, me amam...
E os que me odeiam, me odeiam...
E os que permeiam entre esses dois lados do muro,
Vomito-os com gosto...
Ainda que pareço anacrônica, cultivo o ritual da honestidade...
Ainda que pareço caótica, cultivo o ritual da fidelidade e da confiança...
Ainda que a morte me ronde todos os dias, não abandono o cortejo à vida em todas as suas nuances...
Ainda que o mundo pareça desabar sob nossos olhos cheios d'água não abandonei meus ideais...
Ainda que eu acredite no poder do Verbo, não me entrego aos discursos com o intuito de manipular a massa umana...
Ainda que a Poderosa Donzela Verdade esteja além das expectativas umanas, busco sua sombra num jeito leve para descansar o meu fervor...
Ainda que desconheça o Verdadeiro Amor, gosto das coisas simples e amo estar aqui e agora...
Ainda que pareça puro narcisismo esse Mundo de Beth, é apenas uma forma de expressar os meus anseios poéticos...
Ainda que tudo isso possa ser interpretado como uma simples justificativa...nada posso fazer quanto a isso, pois Liberdade é tudo...sem a Liberdade não viveria de forma alguma...mesmo que venham com uma justificativa de que ninguém é livre...
Eu Sou Livre!!!
E tudo isso apenas para exaltar valores que são descartados (de forma irônica) como atitudes ingênuas de pessoas como eu...
Ainda que tudo isso que digo possa parecer apenas um momento egóico, necessito escrever o que sinto...
Afinal...Sinto, Logo existo!!!

Elizabeth