terça-feira, 15 de janeiro de 2008

LEONEL AZNAREZ - EL IMÁN DE TU PIEL






Esse é o cantor e compositor Leonel Aznarez que conheci nas ruas de Córdoba...Ele estava tocando seu instrumento e cantando uma bela música de sua autoria: "El Imán De Tu Piel". Comprei o seu cd "AMORES".

Elizabeth

sábado, 12 de janeiro de 2008

PENSAR PALAVRAS OUSADAS...OUSAR PALAVRAS PENSADAS!

(Magritte - Espelho)

Essa foi uma das frases mais bonitas que já pensei. Um despertar de coisas impensadas que ficam dentro da gente só esperando o momento para rebelarem-se.

E saem quase intactas, quase inteiras, quase formatadas, quase definidas, totalmente desenfreadas, mas ainda assim não são o bicho.

E pergunto: por que isso acontece? Catalizadores?

Sem você daqui do meu lado oposto isso não se daria da mesma forma... Esse foi um momento único, sem igual.

Parece-me tão irreal... Uma ilusão de que somos reais.

E essa realidade virtual, uma outra dimensão da Natureza, fez encostar-me no seu mundo mental num acaso que não existe.

Estaria você vagando, assim como eu à procura de si mesmo?

Estaria você divagando, assim como eu, sobre si mesmo?

E os seus pensamentos tão intensos quanto os meus, atraíram-se na mesma proporção.

E nesse encontro, um susto e uma constatação. Um suspiro e um prazer.

Olhar-se no espelho em busca da própria imagem real e semelhante.

E o que se vê do outro lado ultrapassa o entendimento e incrementa um desejo latente e incompreensível de VER.

Estamos imitando o real? Ou é o real que nos imita para se distrair e brincar com a gente?

Cobaias de quem? Externamos sensações em forma de pensamentos e esses, carregados de emoção e sentimento, escorrem pelo plasma fatalmente, letalmente e letralmente. Letal-mente! letral-mente!

Temos uma mente letal? Fatal ou letral?

Elizabeth